Páginas

29 de ago de 2011

IN

O que era nosso,acabou

Ficou eu

Ficou tu.

Tudo o que era eu e você está na lixeira da rua.

E nada fica mais aqui latente

nada mais é intenso contigo

as sensações em mim jamais morrem

sou rio que corre

sou mar incerto repleto de correntezas

abismos &
brutalidades

violências transgressoras

sou o aborto certo

o sangue que é cuspido

sou

sou

sou

apenas a combinação de tudo o que é sentido

sou de sentir

a luz

a boca

tua língua.

Eu sinto e pouco penso

Meus dedos correm na máquina em que escrevo

E agora completamente perdida ou encontrada com tudo o que está lá dentro, no fundo, nas águas que não param e que moram internamente.

Um nobre


Um pouco de fumaça e gosto na boca
gosto de fumo
que corta a garganta
e que tem gosto de planta
de fruta.
Vincent pintou por aí
e bebeu
e fumou
e criou.
Impressionou-se com a realidade e resolveu retrata-la.

In?Sônia.

No escuro da noite
me dano.
Já é, no silêncio das horas que passam apressadas.
"Está escrevendo um monte de besteiras"
Vai vê que é porque é um acúmulo de bobagens
um cole e corte e nada mais.
Apenas um pouco daqui
um pouco de lá.
Um gole de tudo o que tem dentro.
Neste eterna busca por alternativas e informações,
se perdeu e calou.
E passou a escrever bobagens sem fundamentos
e ainda tem gente que elogia.



================================

A esperança é a última que dorme
parada, estática
na minha janela a noite.
1:47am terça-feira
a rua calada esconde os escantos deste pobre bicho vagaroso,
esperança solitária.
De janela em janela
andar a andar.
Procurando por abrigo e segurança
por um conforto de cama e um quarto com luzes acesas.
E ela não tinha pressa,
não estava aflita.
Apenas buscando com seu lento passar
de baixo pra cima
procurando um movimento qualquer
porque na rua não havia nada, era o meio do nada.

23 de ago de 2011

Estive sim

O amor cravou no peito
um garfo
cravou no peito a língua intensa da paixão.
E no fim, escarrou ódio e rancor na minha cara maluca
Mas se perguntarem se no fim fiquei infeliz
grito que não
estive em ebulição
fiquei eriçado de tanto que senti
senti o máximo de se sentir
estive vivo,vivo!
E por fim, enfim, morri.
Gozei de amor, de dor, coração doeu
gritei o máximo que pude
estive feliz, triste, puto
emocionalmente atormentado pelos delírios de se estar apaixonado.

17 de ago de 2011

Do homo-mente para o homo-máquina

O declínio da introspecção vem da atualidade hiperestimulada, globalizada, tecnológica
o que atualmente vemos é uma espetacularização,
exibição de eu´s
 de prazeres,
excitações,
euforias,
gozos.
E tem as "doenças",
mal estar
as insatisfações da consciência
inquietações
perturbações
e a cura imediata para qualquer mal,
Prozac.

Ninguém  mais aceita a irritação, a negação, os sofrimentos
os conflitos inerentes no sentido trágico da vida
de nossas vontades e desejos reprimidos, transgressões, questões internas
buscamos respostas(soluções!) imediatas.
E muitas vezes esquecendo que essas respostas(soluções) estão intimamente aprisionadas lá no fundo de nossas próprias entranhas, 
eu,
eu,
eu...lá dentro.

Por medo de fracassar, de não obtermos o sucesso imposto
atualmente todos nós evitamos as instabilidades, as fúrias
tudo porque precisamos estar sempre: "bem-estar"
onde impera a ditadura da felicidade.
Se você acorda com cólera e ódio, não terá sucesso
não será aceito pela massa de bolo que reprime vontades, condena, bate, agride e mata.

Atualmente o que posso observar e não me excluindo disso...
todos nós estamos buscando soluções imediatas e não é a toa que o PROZAC é o remédio, (a cura milagrosa imediata)  mais vendido no mundo.

Ninguém mais respeita Freud, Jung, a psicanálise que se foda.
Porque a proposta da psicanálise é justamente a contramão do fluxo...
é longa e dolorosa, te faz ir lá no fundo,
acessando a  sua interioridade,
individualidade,
singularidade.

Todos buscando os 15 minutos de fama anunciado por Warhol.
Todos esperando aprovação do grande público, buscando o olhar do outro.

E onde está o seu próprio olhar, seu próprio ponto de vista,seu sentimento?

Onde é que está você, o que é você...?

Decifrando/ devorando/ adorando o texto/idéias de Paula Sibilia

15 de ago de 2011

Seja um gênio

+ Um ciclista, - 1 carro

Mais tempo
Mais humor
Mais econômico
Menos barulho
Menos estresse

Troque seu carrinho,,,pela MAGRELA




Rascunho
Cena 1 ( Centro do rj- Av.presidente vargas x Av. rio branco - 8:20am )

audio (buzina.motor.)
Plano aberto

Trânsito intenso de carros,ônibus,motocicletas, fileiras que permanecem paradas por mais de 10 minutos.
Os motoristas brigando, xingando, estressados.Atrasados.Nervosos.

Cena 2 ( São contado-Barra 18:42 pm)
(áudio :buzina.motor)
Trânsito intenso, fileiras de carros aglomerados. Brigas.Xinagamentos.Buzina.Motor.Mau humor
cansaço.nervosismo.

Cena 3 (Av.brasil/próximo ao cemitério caju- 17:24)

Trânsito parado.
Carros,ônibus e motocicletas( para e anda).
motoristas mudando de uma fila para outra.
xingamentos.discurssões.ambulantes.buzinas.

================//=====================//=============

" Vá de bicicleta"

Cena 1 ( centro do rj. 8:00 am)

Trânsito parado. Engarrafamento caótico.
Muitos carros aglomerados, todos parados.
Motoristas desgastados. Brigas de trânsito. Falta de gentileza.

Cena 2 (centro do rj 8:10)

De repente no meio do caos do trânsito surge uma bicicleta, sozinha. Sem ninguém guiando.

Cena 3 ( centro do rj 8:15)

Alguns motoristas que estavam em seus carros parados, saem,abandonando os veículos, correndo na direção de alcançar a bicicleta.

Cena 4

Tudo pode ser diferente se passarmos a adotar posturas diferentes.
Deixe seu carro na garagem e desloque-se de bicicleta.

Governo do estado e prefeitura do rj
Adote esta medida e não tenha mais prejuízos.

" Vá de bicicleta"




Cena 1
A nossa realidade é essa...você se sente confortável?



Cena 2



                                                     Mas pode ser bem melhor..devemos evoluir!


Cena 3

Todos correndo atrás da melhor maneira de chegar aos lugares



Cena 4

Economiza-se tempo, dinheiro, humor, meio ambiente...diante de tantos benefícios...o que te faz pensar?

Reveja seus conceitos, adote uma bicicleta.

Cena 5

Prefeitura do Rj
Campanha "Vá de bicicleta"

11 de ago de 2011

Something In The Way

Quis andar nas nuvens
reservei a melhor mesa daquele restaurante nosso
pedi pratos bons e bebidas melhores ainda
fiz tudo o que pude pra enfim quem sabe agradar
mas acabou que você não foi.
Fiquei bêbado
e completamente arrasado
e no dia seguinte ao meu lado tinha um travesti
e ele me disse que eu estava realmente muito triste
mas eu dizia tudo bem, tudo bem.
É sempre assim.
Ele teve pena de mim  e não me cobrou nada
e saiu batendo a porta dizendo que eu já estava muito velho
e que deveria não esperar tanto dos outros.
Ouvi para depois chorar, gritei e doeu demais
fui em busca de algo divertido na rua
e não encontrei o que procurava o dia todo
acabei encontrando a tua cara grudada em outra cara que não era minha
tem dias que é foda, pensei.
Corri muito, muito,que nem sei dizer ...
é que o coração doía tanto que acabei correndo pra tentar fugir da dor
mas ao tentar, fingi não ligar, mas confesso, gritei, doeu pra caralho.
E até agora, pensando,parado,calado,quieto.
Não sei porque disse que ia me amar pra vida toda.
Eu acreditei feito um garotinho que espera pelo papai noel com seu presente
mas como nada disso existe .
Foi aí que me tornei um homem...ao saber que não devemos acreditar em tudo o que nos dizem.

10 de ago de 2011

Nina Huana no verde da grama

Ela se joga na cama
no sofá
e fica toda enroscadinha.
Ela é linda com a língua pra fora
quando me mostra que está cansada
mas a bateria nunca pára
sempre elétrica e amada.
Nina huana querida
correndo pelo verde da grama
feliz,alegre,contente.
Viva!
A melhor companhia de todos os tempos
ao sentir sua respiração
ou até mesmo sua folga
brigando por mais espaço.
Colada na minha costela, me esquentando.

Sentir é viver

Eles estão falando de ficadas e trepadas sem paixão
falam em ter alguém ao lado como objeto decorativo
feito brinquedo que te supre
feito nada.
Escutei esses dias que o amor morreu
que a paixão selvagem e cega é burra
mas perguntei em tom irônico
para o jovem rapaz que dizia
e de repente desiti da resposta.
Pensei comigo que ele não sentiu a intensidade desta fonte de chamas
são fogos
e fogos.
Acho que de uns tempos eles estão falando sobre qualquer coisa
e o que tenho ouvido,andando por aí é que o discurso está vazio
e muitas vezes perdido do foco.
O que me interessa de fato é o que me toca dentro
é o que me faz ser selvagem feito bicho que jamais será domesticado porque busca sempre algo além de apenas trepadas,ordens e carinhos momentâneos.
O que se sente e não entende vem de uma impulsividade violenta.
 Misteriosa e perigosa, eles dizem.
E sorrio e gargalho com comentários vagos e idéias tolas.
Porque de nada adianta falar sobre o que se sente
se eles jamais entenderão o que se sente se jamais sentirem o que deve ser tocado lá na pele de suas almas
atualmente mortas.
Fechar os olhos e silenciar a fala
sentir o corpo todo em ritmo com o fluxo de batidas do coração
este simples músculo que salta e faz mexer o resto de todo o corpo que te sustenta.

7 de ago de 2011

Ressaca que explode
que me traz a sede
e algumas lembranças
estive roendo os dedos
fazendo planos bobos
deixei de gostar
aprendi a lidar
explodi tentando entender emoções
devo domar os bichos
devo domar demônios.

6 de ago de 2011

Homem aranha

O menininho feliz com seu herói nas mãos
após pegar o brinquedo no lixo
seu olhar reluz.
Doces olhinhos que me disseram sim
eu estou feliz.
E o bonequinho estava com uma perna
e mesmo assim ele gritava sem dizer nada
mas através do teu olhar pude ter a certeza de que sim,
ele estava completamente feliz com seu herói deficiente.
Mas pra ele não importava a quantidade de pernas que tinha o boneco,
não.
A única coisa que importava pra ele naquele momento
 estava em suas mãos.

Acorda, amor

Será que só você não vê que seu lugar é do meu lado?
Mais quantas vezes vou ter que provar deste veneno amargo?
não consigo aceitar as coisas como são
não consigo ser assim
preciso do carinho da suavidade das tuas mãos que me aqueceram
e sei que por mais difícil que seja acreditar
sinto teus toques ainda, sim.
O problema de tudo está internamente resolvido, garanto
não é drama,não.
É algo muito maior que envolve a gente
preciso dos teus toques suaves ainda, sim.
E se eu disser que tudo que passou faz apenas parte do passado?
E se eu disser que hoje pode ser diferente de ontem?
Porque foi acreditar na razão de todas as coisas que estavam na sua cabeça?
eu apenas entreguei meus sentimentos para que pudesse desfrutar de estar comigo
e sei que em algum momento foi feliz aqui nos meus braços
observar tua doce companhia dormir
e acordar ao teu lado plena, levemente de ressaca da noite anterior
será que só você não vê que seu lugar é do meu lado?

4 de ago de 2011

Um pobre coração rejeitado

Tudo já passou
já se tem um novo amor
já me esqueceu.

Será que um dia tudo isso vem com calma?

E ficam perguntas sem respostas perturbando a mente
que se cansa muitas vezes
e perde a paciência facilmente.

E xinga,
grita,
quebra,
foge,
parte,
soca,
cospe.

E ama, por mais difícil que seja desmostrar amor
ama muito
sente muito.

Por mais que se sinta e ame
o ser internamente age e vive como um bicho selvagem
querendo brigar e tendo que se defender o tempo todo
feito um bicho largado talvez jamais domesticado.

2 de ago de 2011

Maluca

eu não penso, eu sinto!
Se isso for loucura
serei a mais maluca de todas as criaturas existentes
se maluquice for perder a razão, sim, sou louca
eu não pulo
eu me jogo!
E isso assusta, eu sei.
Mas é que comigo as coisas não são como são contigo
são assim, sentidas.
Eu sinto, não penso.
Eu erro
Erro
Erro
Mas uma hora eu acerto.
Tardo mas não falho!