Páginas

25 de mar de 2010

Incompreensivel?

Errei muito, sim!
Fiz besteiras
Fui boba
Criança
Não lidei com as emoções
Tá certo
Mas também
Foda-se
Mais uma porrada
Não vou alimentar culpa nenhuma
Mas não quero repetir o mesmo erro toda vez
é ser muito burro
Ser humano burro!

24 de mar de 2010

44 minutos do segundo

Isso!
Ele passou sorrindo
era um menino tão lindo
sem dente na boca
com uma bola amarrada em uma das mãos
vai menino
mostra este teu sorriso largo
iluminado
que graça
queria ter dado um abraço
mas acho que ele não entenderia nada
e acharia que sou louca
se bem
que pensando bem
de fato
sou doida mesmo
eu morro de amor
mas eu morro amando
não fujo
me entrego mesmo
aquele menino me trouxe alegria
naquele instante em que passou por mim
foi bonito o encontro
que criança linda!
que ser livre
fala o que pensa
faz o que quer
e não sabe que existem dores no mundo
ele só sente a dor de um pente que passa por um nó no cabelo
a dor de quem sente febre
a criança pode e deve ter tudo
a imaginação
a intuição
e todas as vontades

9:38

Nada como chamar a tchurma para o samba
e sorrir
sorrir
até da dor
uma flor que surge e perfuma o quarto
um brilho
mais um drops
um trago
um beijo
mais um pão com queijo
gargalhadas
tantas e tantas
vamos para a rua
para se curar de uma ingratidão doida
de um selvagem ser
que levou com ele a paz de um ser
vai embora
agora
isso mesmo
vai assim tão rápido
que fico feliz
gargalhando e me achando mais
olha para mim
as lágrimas que rolaram foram de sabedoria
eu gosto mais de mim
me sinto mais plena
uma pena
você ser tão bobo e burro
é isso mesmo
voa para bem longe
porque agora eu faço parte da turma do abraço
do desapego
chega!

21 de mar de 2010

33 minutos

A GAL PROVOCANDO MUITAS SENSAÇÕES
FATAL
VAPOR
ESSA LIBERDADE
ESSE GRITO
HOTEL DAS ESTRELAS
SUA ESTUPIDEZ
VAPOR BARATO
DIVINO MARAVILHOSO
TODA ELA MARAVILHOSA
E ESSE GRITO ABSOLUTO
TÃO CERTO
QUE VOZ
QUE BRISA
QUE VENTO QUE DERRUBA TUDO
NOITE DOIDA
UM FRUTO NO FUNDO DO PEITO
UMA SEMENTE DE AMOR
QUE FOI PLANTADA
REGUE
DIVINA
MARAVILHOSA
INTELIGENTE
ISSO FAZ UNS DIAS
UMA SEMANA
UAU
ESSA SEMANA QUE PASSOU NÃO FOI ASSIM TÃO FÁCIL
FUJO DE CASA
OUTRA CIDADE
MATO AULA
ESQUEÇO DE TODAS AS MINHAS OBRIGAÇÕES
E BEBO COMPULSIVAMENTE
PRA TENTAR ARRANCAR ISSO AQUI DENTRO, TÃO FORTE
E SINTO QUE FERE
MEU PEITO
MEUS PASSOS
ESTOU CANSADA DE PENSAR NO MESMO
NOS INSTANTES
NAS NOITES
NO SEXO
NA LIBERDADE DE UMA MULHER
SIM!
UMA MULHER LIVRE
NO MUNDO
VIAJANTE
NÔMADE
AMANTE DE TODOS
ESTRAÇALHANDO CORAÇÕES
FAZENDO AMOR
TORCENDO O CORPO
PELADA
TUA NUDEZ ME EXCITA
TUA BOCA ME FAZ VIAJAR POR LUGARES DESCONHECIDOS
QUANTO SENTIR
QUE BOBA QUE FUI
FUGA
LEMBRO DA PRAIA
NÃO ACEITO ESTE PRESENTE DA VIDA
E O SER TÃO DOIDO
ONDE FOI PARAR?
LIMITADA
COMO TODOS OS OUTROS
BURRA
BURRA
JÁ ERA
BURRA
JÁ FOI
DEI MOLE
FUDEU!
ME FUDI
POR NÃO ME JOGAR DO MAIS ALTO ANDAR
O PRÉDIO PARECE QUE BALANÇA
OU SERÁ QUE QUEM BALANÇA SOU EU?
UMA ESTRUTURA TÃO DURA
UM SER TÃO CONTROLADO
UAU
DESTA VEZ FOI DIFERENTE
SEM BRIGA
NÃO TEVE TEMPO
PARA ESSA COISA TODA

16:11

OS AVIÕES PASSANDO
ESTOU NO MEIO DA ROTA
EM BAIXO DA TOCA
DENTRO DE CASA
O SOL ESTÁ ILUMINANDO O DIA
E A NINA CANTA LINDAMENTE ESSA CANÇÃO TÃO DOCE
DIVIDO O ESPAÇO COM UM CACHORRO QUE DORME
É UMA MELODIA TÃO LINDA
PARECE QUE TODOS ESQUECEM COM O TEMPO
MEU TELEFONE NÃO TOCA
MEUS E-MAILS, OS MESMOS DE CINCO MINUTOS
NADA MUDA
TUDO É IGUAL
O CÉU TÃO AZUL
O COPO DE ÁGUA
A LATA DE CERVEJA
PESSOAS PASSANDO NA VIDA
INDO EMBORA
OUTRAS VINDO
QUANTA NOVIDADE
E NINGÚEM TIRA ESSE MEU SORRISO
NÃO É PERMITIDO
VEM
VAMOS PARA QUALQUER LUGAR TOMAR UM POUCO DE AR
OPS
DE ÁLCOOL TAMBÉM PRA RIR UM POUCO DE TUDO
MESMO ASSIM ELES VÃO EMBORA
TODOS
UM DIA DE OLÁ
E OUTRO DE ADEUS
NÃO BATE A PORTA
FECHA A JANELA
A CORTINA
VOU DAR UMA DEITADA E ESQUECER DE TUDO
COLTRAX
BRAHMA
QUE O SONO VENHA
POIS ELE FOI PERDIDO
MINHA MENTE INQUIETA NÃO DESCANSA
ESTOU FELIZ
ESTOU TRISTE
TANTAS SENSAÇÕES DIFERENTES
SEMPRE TUDO INTENSO
ESSA INTENSIDADE É RAPIDAMENTE PERDIDA
COMO FOGO QUE APAGA
MEUS OLHOS ARDEM DE VONTADE
MEU PEITO SALTA
NÃO FUMO MAIS
ACHO TUDO UM SACO
CHEIRO DE CIGARRO
CHEIRO DE MACONHA
CHEIRO DE CERVEJA

11:04

MEDO DO AMOR
DA FELICIDADE
DE VIVER
DE PERDER
DE SE ENTREGAR
E A MENTE DIZENDO O CONTRÁRIO DA VONTADE
MENTE
FILHA DA PUTA
FICA QUIETA
DEIXA EU VIVER
MEDO DE CHORAR
DE MORRER
DE SER ASSALTADO
DE TOMAR PORRADA
DE FICAR BÊBADO
DE ESTAR SÓBRIO
MEDO DE QUERER MAIS E MAIS
MEDO DA SAUDADE
DA DISTÂNCIA
É PRECISO DOMESTICAR ESSA COISA QUE É O SER
ACEITAR A FELICIDADE
SIM! PORQUE NÃO?
O AMOR
A PAIXÃO
SER HUMANO BURRO
BURRO
ACEITA E PRONTO
PÁRA DE QUERER SABER DE TUDO
DE DAR NOME
CHEGA
VIVA

20 de mar de 2010

16:45

POR UM SENTIMENTO DOENTIO
PELO CIÚME PROVOCADO POR FOTOS ALEGRES
COMO ISSO PODE ACONTECER?
UMA CÓLERA QUE SE FAZ PRESENTE
ASSIM TÃO DE REPENTE
COMO POSSO ME PERMITIR ACHAR QUE UMA PESSOA É POSSE?
PROPRIEDADE?
NÃO!
COMO UM VÍCIO QUE CEGA
ESCREVI PALAVRAS DURAS PARA MACHUCAR
PORQUE NÃO CONSEGUI ME CONTROLAR
QUE MEDO DE TAIS SENSAÇÕES
E A MENTE DOENTE TRABALHA SEM PARAR
FICO ACUADA
TENTANDO NÃO SER TÃO CRUEL
MAS JÁ FUI
E AGORA NÃO ADIANTA PEDIR DESCULPA
OU ME ARREPENDER DE TER ESCRITO TAIS PALAVRAS FRIAS
JÁ ENVIEI O E-MAIL
O MELHOR MECANISMO DE DEFESA É O ATAQUE
MAS ME ACHO TÃO COVARDE
TÃO MEDROSA
MEDO DE PERDER
MEDO DE NÃO TER
MEDO DE AMAR
DE SENTIR
SER HUMANO BURRO
PRECISO APRENDER QUE CONQUISTAR É O MELHOR DE TUDO
TODAS ESTAS QUESTÕES
EU DEIXO PRA FREUD
JUNG

ELA SUMIU, PARTIU

FICO COM A TUA AUSÊNCIA
NA MINHA CAMA
TEU CHEIRO NA LEMBRANÇA
TUAS PINTAS NA MENTE
TEUS BEIJOS E CARINHOS
TANTA VONTADE!
FICAM A MARISA MONTE E A ADRIANA CALCANHOTO
QUERIA TANTO TUA BOCA NO MEU CORPO DE NOVO
ACORDO NO MEIO DA NOITE E NADA
A CAMA FICOU GRANDE
MEU CORPO SENTE FRIO E TEUS BRAÇOS JÁ NÃO ME ENVOLVEM
O TERMÔMETRO MARCA 40 GRAUS
ENTREGUEI A RAZÃO PARA QUALQUER VIRA-LATA LEVAR POR AÍ
NOITE ESCURA
RUAS LOTADAS
PESSOAS BÊBADAS DANDO MUITAS GARGALHADAS
RIVOTRIL E VODKA
QUERO QUALQUER COISA PARA TIRAR VOCÊ DE MIM
E ENFIM ESQUECER O BEM QUE ME FEZ
O BRASIL NÃO CABE MAIS NO MEU CORAÇÃO
RODANDO POR RUAS DA CIDADE
NADA É TÃO INTERESSANTE E AO MESMO TEMPO ATORDOANTE COMO LEMBRAR
DOS NOSSOS MOMENTOS

OS BARES DAS CIDADES

TODOS QUEREM UM POUCO MAIS DE ÁLCOOL E SEXO
FICO POR VEZES TENTANDO ENTENDER O QUE PASSA NA CABEÇA DESSAS PESSOAS
QUE SÓ PENSAM EM FUDER
COMO TODOS
UMA MULHER NA CAMA
VALE MAIS QUE MILHÕES DE REAIS, DÓLARES...
NO BOLSO
UM COPO DE CERVEJA
COMPENSA MAIS QUE ANÉIS DE OURO
PARASITA!
UMA MULHER SUGOU O SANGUE DE OUTRA
ESTRAÇALHANDO O CORAÇÃO
ESTAVA DE FÉRIAS E RESOLVEU BRINCAR DE AMAR
BRINCAR COM O CORPO E A ALMA
UMA BRINCADEIRA DE GENTE GRANDE
INTENSA E BREVE
COMO A VIDA

19 de mar de 2010

se for não volta

Magoar uma mulher dói em mim
por mais que quem tenha magoado seja eu
Caralho!
como fui capaz?
me disseram que o melhor da defesa é o ataque
sim
eu não quero que ela veja o pior de mim
mas o melhor é muito melado
muito adocicado
eu tenho tudo para dar a ela
tenho tudo para querer dela
vejo teus olhos
teus carinhos
e vejo a vida de outra maneira
agora
quero estar com ela
ou melhor seria eu ir até lá?

MILHARES DE SENSAÇÕES EM POUCOS DIAS

ENTREGA DE CORPOS
E NO DIA SEGUINTE EU NÃO SEI O QUE SE PASSA NA CABEÇA DELA
E DEPOIS DE UMA SEMANA ELA NÃO FALA MAIS NADA COMIGO
E ELA DORMIU AQUI COMIGO
E A GENTE FEZ TUDO
TODA AQUELA INTIMIDADE DE DUAS PESSOAS
QUE EXPLORAM CORPOS

NÃO EXISTE PECADO...DEUS OU QUALQUER OUTRA BOBAGEM

PAREI DE ACHAR TEORIA PARA TUDO
QUERO VIVER
E AGIR SEGUNDO O CORAÇÃO
NA VERDADE A MENTE DEVERIA SER ESTE MÚSCULO QUE SALTA
PORQUE A CABEÇA DÓI
PENSAR DEMAIS DÁ CÂNCER
PENSAR DE MENOS TE PERMITE SER SEMPRE JOVEM
CHEGA DE QUERER TUDO CERTINHO
FAÇA LOUCURAS E PERMITA-SE SER FELIZ
DOMESTIQUE ESTE LADO
FAÇA TUDO PARA QUE A VIDA SAIA DE UM JEITO BONITO
E TEM O SEXO
E AS MULHERES BONITAS QUE QUANDO SURGEM TRAZEM ALEGRIA
MAS TAMBÉM QUANDO ELAS CANSAM
FUDEU!
PORRADA NO CORAÇÃO
ISSO É UM FATO
POR ISSO QUE É PRECISO VIVER NO PRESENTE
O PASSADO NOS CAUSA UM TÉDIO
O FUTURO ANSIEDADE
O INSTANTE JÁ, SEGUNDO CLARICE
ESTE SIM
DEVE SER APRECIADO
SEMPRE!

só se for tudo junto

Você sai de casa na esperança de fazer zona na rua
De se divertir
E quando isso não acontece você chora feito criança boba
Aí você só quer mais um baseadinho
Mais um copinho de cerveja...
Essas ilusões que fazem o tempo passar
e a mente pirar
e é isso mesmo que todos querem
fazer zona
dolorosa ou sadia
as minhas dificilmente são saudáveis
porque eu sou chegada no álcool e todas as outras alegrias artificiais
toda a liberdade que te limita
o vício é uma merda
mas a vida tudo te leva a fazer merda
é natural
por isso que há perdão para o doido
e até porque são pessoas de bem
muito dificil um louco ser do mal
eu quero amar
um bicho
um homem
uma mulher
tudo junto mesmo
amar por que o tempo é curto e pensar envelhece


feito parasitaaaa...vampiros fdp!

se você expoe o doce
o delicado...
o mundo te suga feito parasita
aí você grita
berra
xinga
faz qualquer coisa para mostrar o contrário
vem
vai
juntos
vem comigo
a gente voa e se gosta
é só isso

18 de mar de 2010

SEM COMPROMISSO

ACHO QUE VOCÊ NÃO TEM NOÇÃO DA DIMENSÃO DO ESTRAGO
QUE CAUSOU
PARECE QUE PUS MEU CORAÇÃO NO CHÃO
PRA VOCÊ CAMINHAR
E FOI FORTE O TEU PISAR
UM BLOCO QUE SE FORMA NO PEITO
O DESESPERO DE NÃO VER MAIS TEU ROSTO
NÃO TER OS TOQUES DELICADOS DE TUAS MÃOS
TUA BOCA E LÍNGUA
VOCÊ VEIO ME MOSTRAR TODA SUA BELEZA DE NÔMADE
LIVRE COMO UM PÁSSARO
E HOJE TUDO FICA PRESO NA LEMBRANÇA DE UNS DIAS BONS DE AMOR
BREVES MOMENTOS AO VENTO
E O FINAL DE MAIS UM VERÃO
O PENSAMENTO PRODUZIDO PELAS MINHAS IDÉIAS É DE QUE NÃO EXISTE OUTRO SER IGUAL
E ISSO ASSUSTA
PORQUE TE PERDI PARA O MUNDO
LÁ FORA
E TANTAS SÃO AS POSSIBILIDADES

16 de mar de 2010

Adeus!

Por mais que seja estranho pensar
Depois de te-la
Até o bar fica distante de mim
Já não quero mais estar longe
De casa
Da pele
Só que chego em casa e lá ela também não está
Putz!
Esqueci
Ontem ela veio até aqui e se despediu
Choramos
Agarradas
Ela foi embora
Embora para um lugar distante
Onde eu não ver
Distante dos meus passos
Dos olhares
Dos toques
Distante de tudo que sou eu
Ela foi embora pra nunca mais
Tchau
Adeus!
Pedi que ficasse mas de resposta
Ouvi um não bem alto
MEu peito agora parece que não aceitar um chute na bunda
Mais um...
A vida tem dessas coisas
A gente encontra e depois dá adeus

Nada espereeee

Roendo a mão
Saio a noite para comemorar o aniversário de uns amigos
Não espero muito da noite
Muito álcool
Gente
E sorrisos
E de repente na porta do lugar que eu ia entrar surge um rosto
Uma possibilidade
Entro
Vou até a pista e danço para que todos vejam que o álcool bateu
E na porta do banheiro bato de frente com aquele rosto
Ela sorri
Eu não deixo passar
E beijo
Pronto!
Subitamente
Bem rápido
Quantas sensações em poucos instantes
Levo para casa
Durmo
E acordo ao lado daquele serzinho tão frágil
Que precisa de cuidados
Como eu
Me entrego sem pedir nada
E na entrega de corpos e almas
Nossos sentimentos confusos
Falam em casamento
Em estar juntas
Em ser dois
E o equilibrio que voa para bem longe
Perdi a razão
Resolvi aceitar a emoção
E chega!
Pronto
Foi bom
E durou o tempo que teve que durar
Vida que segue
Acabou porque ela pegou um voo para ir para a casa
E a casa dela é tão longe da minha
Que me faz ter lágrimas no rosto

Paixões de verão

Eu fiz o que eu pude
E pude tanta coisa em pouco tempo
O doce veneno daquela companhia de verão
E bate uma loucura feito vento
A noite chora de tristeza e molha tudo
Tomo chuva
Fumo
Bebo um chá
E nada acalma o meu peito que salta
Lembro dos sorrisos
Sussurros
Beijos e toques
Lembro o quanto me fez feliz em instantes
Hoje da janela vejo que é rápido
O tempo
Parece que nossos instantes fazem agora parte do passado
uau!
Como estou fraca
Desequilíbrio que veio com uma onda doida de álcool
Ela foi embora e não se despediu
Mais uma vez isso de sentir bate na porta da minha casa
Não pensei em nada
Aceitei tudo
Me entreguei
Dei tudo o que eu tinha
Talvez tenha sido pouco
Quem é que sabe?
Milhares de quilômetros separam nossos corpos
As mentes distantes e confusas
Vou ao bar
Para uma festa qualquer
Preciso ver gente e não enlouquecer
Preciso parar de pensar em como poderia ter sido
POis já foi
Emora eu saiba que eu me entreguei
E fiz tudo o que eu podia

13 de mar de 2010

Puto da vida

A idéia de ter o que não é concreto
Aprisionar algúem
Sugar um ser
Isso não é ter
Mas como um bom homem
Bicho
Que se apega
Corre depressa para não lembrar
Para tentar esquecer
Pulo em muro alto
Pulo em cima do trêm que passa
Tudo passa
Depressa
Um beijo
Um piscar
Um flash
Rápido
A intensidade
Na entrega de um beijo de língua
Trocando saliva
Hoje o mundo chora
De dor
Eu choro desesperadamente
Ela partiu
De onibus
Levou a minha paz
Levou meu brilho
Me faço de sofredor
Me entrego a emoções
Como o peito salta rápido
Como o ataque de uma cobra
A mordida de um cão
Eu queria ter feito tudo ao contrário
Mas não deu
O vício
A burrice
As falsas amizades
Fudeu!
Me fudi
Perdi
E agora quero como um leão com fome

9 de mar de 2010

The she's gone

Ela me encanta com sua beleza inocente
E quando vai embora
Essa casa fica vazia e grande
Ela vai embora daqui a uns dias
E eu?
Como fico no meio desse vulcão de sensações
Estas que surgem quando querem
Quando bem entendem
Sem pedir
Elas surgem
Rasgam todo o equilíbrio
E sossego
A tranquilidade balança feito um prédio no Chile diante de um tremor qualquer
E eu penso em mim
E penso na felicidade dos momentos compartilhados
Mas acho melhor aceitar a condição de ser breve e intenso
Adeus!

7 de mar de 2010

Um beijo bom e doce
Um abraço apertado
E uma cabeça no colo
Meu peito salta tão alto
E o ritmo da vida mais leve segue
Calmamente
Fico feliz em acordar e ver um rosto novo ao lado
Quanto tesão!

4 de mar de 2010

Triste coração rejeitado

A morena que de longe vejo parada na esquina
Sei lá por que olhei para este mesmo lado
E eu tentando atravessar
E ir de encontro a ela
Infelizmente o destino não quis
Ela fugiu

Exercícios

Me ensina a ser dois?
Tranquilo
Equilibrado
Preciso da tua serenidade
Essa entrega na companhia
Me ensina a querer ter algúem ao lado mesmo depois do ato?
A conversa que fica por horas a fio
Risadas sem cobrança
Assuntos bobos
Tudo é tão novo

névoas neblinas

Tudo acaba
O amor
A vida
A paixão
A erva
O copo cheio
Tudo é temporário
E todo o resto, precário.
Tudo passa
E o instante já exige atitudes de nós
Como fumaça que se perde na escuridão da noite
Como casais que fodem e brigam
Tudo passa
O beijo
O tapa
O sexo
Uma bela trepada vale mais que mil palavras

3 de mar de 2010

Fico triste em saber que ela foi embora
Fechou a porta da casa
E todas as possibilidades de eu mostrar que sou melhor
Como um ano atrás que prometemos ficar juntos
Não adianta mais tanta conversa
Tanto assunto
Carinho
O sexo parece que já não é mais tão importante
Já não vemos as coisas na mesma direção


A casa ficou vazia
De três e harmonia
Um ficou
Ops
Dois ficaram
Eu e o cachorro

2 de mar de 2010

Quem vai embora em tempos de crise?

Bons tempos...
Que cheiro de dia
Cheiro bom de cama limpa
De rede
Verde
Mata
Nós juntos
Aqui
Nessa paixão abobada
Nesse ritmo descompassado de bocas
E o nosso sexo
Um ato tão puro
Só entre nós que é assim

Em tempos de crise...
Como um soco na boca do estômago
Ouvir um não nesses dias de humor duvidoso
Em tempos de crise
Assusta
Faz pensar que nos perdemos
Ou talvez só eu tenha perdido
A nossa paixão não é a mesma de antes
Não estamos mais no auge do inicio
Está morna
Feito água para espantar a cólica.