Páginas

31 de out de 2008

Sao muitas garrafas de alcool jogadas no chao
Pontas de cigarro lotando os cinzeiros
A casa toda esta uma verdadeira zona
E ja sao 14:00 e ela ainda esta dormindo
E o pior, a casa e minha, consequentemente a cama que ela dorme tambem
E eu aqui em pe, perdido no meio da sala, sem saber por onde comecar
Todos os meus cds jogados perto do som
Algumas contas a pagar
Reclamacoes de vizinhos
Ontem o sindico teve batendo na porta e essa mulher louca e minha mandou o pobre do homem tomar nU.
Enfim, nao sei por onde comecar
Penso que preciso acorda-la pra recerber uma ajudinha
Penso em ir falar com o sindico da empolgacao dela na noite anterior, pedir desculpas, tentar explicar o que nao tem muita saida
Pagar contas nao da, final de semana os bancos nao abrem
Os vizinhos ja deveriam estar acostumados com o barulho da casa, com a movimentacao
E tambem uma sexta-feira a noite quem quer silencio que tome seu calmante e apague profundamente e durma e nao perturbe os outros
Gente!
Perplexo em pe ainda diante dessa zona, sem sair de onde estou, sem alcancar a vassoura
Tentando juntar todos os cds, todos eles caem no chao
Contas a pagar
Vizinhos
Sindico
A mulher que dorme na minha cama, sonha e baba nos meus lencois...
E eu aqui, na sala toda desarrumada, em pe
Mais um cara fudido, perdido no meio dessa zona

30 de out de 2008

Ela passa por mim de tarde e eu nao faco nada, nem mesmo olho nos olhos dela.
Desvio, nao ligo. A noite quando vejo que e ela que esta vindo na minha direcao, meu corpo perde um pouco de sentido, desconcerta. Me desequilibrio de alegria, nao consigo esconder que fiquei contente quando piscou de um jeito unico um dos olhos. E sorriu, aquela fileira de dentes tao brancos e certos, abertos pra mim. Essa menina dos cabelos dourados, pele morena de sol, que passeia com seu caozinho preto, despenteado. Eu nao chamava por ela, talvez ela estivesse chamando por mim. Talvez perceba todo o jeito desoncertante de me olhar dentro dos olhos.

O RJ quer Gabeira

Eu fico triste por ele nao ter entrado.
Fico triste com as pessoas que nao foram votar, que nao fizeram sua parte.
E agora a gente tem que aguentar um almofadinha por mais quatro anos.
De quatro em quatro anos a gente tem que engolir um sapo e ficar "satisfeito" pela democracia que e tao justa e faz com que pessoas idiotas decidam.
Esse prefeitinho que entrou, que ganhou, que foi escolhido pelo povo, esse mesmo, essa continuacao de mesmas coisas. Todo aquele discurso ensaiado e furado.

Ah! Como eu queria a novidade de ter um politico inteligente, articulado, cheio de ideias interessantes. So que ele era a esperanca de mudanca e isso assusta essa massa burra de gente que fede por ser enganado por um ze bobinho. Nao da pra engolir.
O Rio quer Gabeira, Gabeira da lagoa...

Chegueeei

Eu agora tenho um blog. Incrivel!