Páginas

12 de jun de 2009

Vem logo pra cá
Estou ligando para os amigos
Todos juntos
Hoje vamos celebrar
Música alta
Desculpa síndico
Muita fumaça
Meus olhares para ela
Para que me sinta em toques
Mesmo de longe
Gargalhadas até altas horas da madrugada
Eu abro um sorriso
Para que ela veja que estou feliz
Diante de pessoas especiais
Aqui, na minha casa
Ouvindo música alta
Rock
Reggae
Jazz
Música brasileira de qualidade
Amy Amy Amy
Que voz rouca
Que menina louca
Que me tira pra dançar depois de tomar uma dose de whisky
Cowboy
Uau
Como ela traga o cigarro com vontade
Louca louca louca
Adora se exibir
Aparecer
Mas realmete ela faz algo de inexplicável
Ela tem um brilho além
Anormal
São diversas possibilidades
E tem dias que estamos mais dispostos e abertos
Que mesmo não existindo
Construimos pontes
Derrubamos paredes
Saimos por aí
E de repente de um olhar surge um desejo
E se esse desejo é correspondido
Pronto!
Seja a minha amante
Durma na minha cama sem culpa
Fique o tempo que quiser
Quero sentir o cheiro da tua pele nos meus lençóis
Sentir de perto tua respiração modificando
Com a vontade
Sussurros ao pé do ouvido
Baixinho
Me dizendo que gosta assim
São toques
Beijos
Você faz com que seja legal
Tua companhia doce
Meu jeito meio "ogra" de ser
Nós
Assim
Desse jeito incerto
Tão simples
Nossos momentos
Essas histórias que tivemos
Temos
E meu celular toca e sei que é você querendo saber onde estou
"Que horas chega? "
Não disperdice o momento já do encontro!
Vá...
Vá...
Até lá
O outro lado da rua
Vá até ela