Páginas

16 de abr de 2013

Um doce, meigo e selvagem ser

Impregnou cada espaço do cérebro de um homem
mulher
impregnou cada sinapse da mente
mulher
não deixou a cabeça descansar
mulher
entrou em estado constante alerta
mulher
e tudo de repente está ligado aí
mulher
meus olhos mergulhados nos teus
mulher
meu coração acelerado em cada beijo que me dá
mulher
na maneira como pinta as unhas
na maneira como passa o creme no cabelo
no instante em que tira a roupa pra entrar no banho
é demais
cada fração de segundo 
cada minuto do tempo que passa do meu lado
e de sacanagem o tempo resolve passar rápido demais
mulher!
é mágico o jeito que me olha cansada na cama
é hipnótico o modo de mergulhar na minha alma toda vez que chega tocando meu corpo
sinto tuas mãos
sinto teu amor
sinto tua alma mergulhando na minha
sinto eu e tu
e o nós disso tudo
é simplesmente maravilhoso o modo como coloca suas mãos no meu corpo
é encantador o modo que cuida de mim
que corta minhas unhas
mulher

Divagando por horas

Todos os mesmos mecanismos de defesa
e o ser humano vive na busca por algo 
buscando as alegrias tentando curar dores
"haverá sempre alguma coisa ausente"
já dizia Camille.

Falta saúde
segurança
realidade
e os porcos manipuladores do sistema falido mentindo para um povo miserável que busca um pouco de dinheiro através de muito esforço e salários baixos.

Violência expelida pelas mídias massivas
falta de esperança decretada por lei
mas não!

Não senhores, não serei mais um manipulado feito um boneco.
Não senhores, não teremos mais dedos indicando
indicaremos os nossos próprios caminhos
daremos os gritos por liberdade
por voz
por nós

Estamos todos juntos, na mesma tentativa de dar certo nesse organismo vivo.
Nessa vida nossa.

Ella

Movimento transitório
efêmero
fugaz
trabalho não há
é amor e música apenas
ideal hippie
sem um tostão
alguns cigarros
sentimentos
sentimentalidades
e ao meu lado, um doce delicado.

Uma mulher caiu nas graças,
na rede,
no encantamento.

Fico maravilhado toda vez que posso sentir sua respiração no peito.

Ofegante
Excitada...em êxtase.
Sentindo seu corpo contorcendo de prazer com meus toques.
Sentindo esse outro corpo de perto, dentro!

Só espero que cuide de mim,
que queira ficar ... só não espero tanto esperar.


15 de abr de 2013

Selvagem afeto

É bonito o modo como seu corpo salta sobre o colchão da cama na hora do gozo
e a maneira sensacional de dividir todas as coisas da vida
de repente é tudo azul e rosa
serenidade
tranquilidade
mesmo não sendo lá essas coisas
mesmo sendo bicho
sensível bicho 
selvagem ser
e ela está em todos os seus pensamentos
e já não consegue mais viver sem aquele outro corpo do lado
na cama
sem aquela conversa boa no escuro do quarto
sem aquele sexo fenomenal de quem se ama, se apaixona e se entrega
são 2

10 de abr de 2013

Um sofá de 2 lugares

Foram 56 anos dormindo juntos,
todos os dias
foram anos vendo tv,
grudados em um sofá de apenas 2 lugares
anos de sexo
filhos
netos
bisnetos
e de repente ela foi embora.
Assim, sem mais
ele tem 80 anos mas parece um menino que foi deixado pela primeira namorada
só que pra onde ela foi...não tem volta.
Ela simplesmente não pediu autorização para sua partida
fico pensando como anda a cabeça desse homem,
na insatisfação da sua vida
ele tem 80 anos, mas 56 viveu ao lado daquele outro ser
ele só tinha 24 anos quando se conheceram e isso torna tudo relativamente dificil demais
foram muitos anos do mesmo lado da cama
do mesmo jeito de olhar
do mesmo jeito de ficarem no puro aconchego de um lar
de uma cama
se ela precisava de pão fresco e quente as quatro horas da tarde, ele ia até a padaria mais próxima e trazia além do pão, suco e queijo minas
como eles foram felizes!
até quando não foram tão felizes assim
como foram felizes!
alcançaram 56 anos de amor, parceria, cumplicidade...isso é tão distante de hoje.

Partira breve

Ela me deu uma abraço apertado e
se despediu depois de acordar em outro lugar
choramos abraçadas
o corpo não sustentava seu peso em pé
e quase tombei quando assim quis
ela foi embora agora
e nem tão cedo iremos nos encontrar
cruzaremos ruas diferentes
lugares
pessoas
foi assim
tão de repente
assim
sem mais ou menos
 um pouco
ela quis ir
e eu deixei
abri as portas, janelas e o peito
se quis ir, deixei
deixei
e foi, sem mais.

9 de abr de 2013

Amar e ser amado

É  quando alguém entrega o amor
e você retribui o amor
é quando o coração acelera
é quando o gozo é verdadeiro
e o sexo é a perfeição.

Quando nossos olhos e olhares misturam-se no escuro do quarto
e a tv dá a meia luz necessária pra fazer o gemido
sussurros
gritos
vozes no meio da noite
as horas correm tão depressa
velozes percorrem por sensações dentro de nossos corpos
suadas testas
e tetas de bicos eriçados
gostos e línguas e bocas

Ela é a paz
ela é o vício
ela é o princípio, meio e fim.



5 de abr de 2013

Ser humano lixo!

Gosto de você mas não é um anjo
humano, demasiado humano
egoísta
voltado para o próprio umbigo
como eu
como tu
todos nós
sentido figurado, anjos
eles não são reais.

Matei uma garrafa de vinho
bebi mais algumas latas de cerveja na tentativa de esquecer
esquecer que não existe perfeição
que só existem buscas e tentativas.

O que são erros?
O que são acertos?

Ninguém quer de fato saber o que você sente
e você pode cuspir mentiras sinceras
não me interessam palavras
definitivamente não me venha com palavras frias
palavras - mentiras
falsas palavras lixo.

Ser humano lixo!