Páginas

6 de ago de 2009

Ele passa três dias seguidos procurando putas
Acompanhado de seu tio e primo e muito álcool no fígado que grita já cansado
Engraçado que tudo pra ele é natural
Pois trata-se da realidade de vida dele
Que vive da noite
Lotando os cinzeiros de guimbas de cigarros e latas de cerveja aos montes na lata do lixo
Acompanhado de amigos e putas
E a mulher dele fica em casa, ganha presentes caros e aceita que ele precisa de mais espaço que ela
Estranho!
Observo de longe
Não faço parte das putas dele e sim do círculo social
Ele é gente boa, tem sempre histórias engraçadas para contar
E faz tanta palhaçada que é difícil não sorrir com ele em algum momento
As noites com a sua companhia são divertidas e etílicas
Fico logo bêbada e a gente rí
E ele acha engraçado essa minha fragilidade para o álcool
Perto dele não bebo quase nada
Isso porque ele bebe muito
Ele é gente boa
Ele é o João