Páginas

2 de jan de 2017

ah! se eles soubessem

Quando a gente passa a ser o que rejeita?
eu dei um tapa
eu enforquei aquela dona
eu humilhei 
e a troco de que?
sabotam-se todos os buracos e poros de um corpo moribundo
eu precisei ser cruel pra tocar na doçura da minha própria essência
e se todos eles que estão fora do que sou soubessem o quanto ficou tudo tão confuso e atrapalhado
que é a casca brigando o tempo todo com a essência
eu xinguei, amor
eu bati, meu amor
Amor?
negligência
agressão
não é amor
e hoje saltando de todos os saltos me atiro na vida
chega de ser duro
chega de ser intenso
chega de ser confuso
hoje meu ser liberto de toda aquela grande confusão
volto ao centro de tudo
ao centro do início
dentro do que sou não é isso que se apresenta 
estou farto
cansado
estou farta
cansada
estou tudo dentro que sou
mergulhando na minha loucura expando meus milhões de possibilidades
há uma mola no final de tudo
há um mergulho
há uma onda que quebra na beira da praia