Páginas

29 de out de 2012

Que faço eu?

E essa cama grande no meio da noite
acordei assustado com os pesadelos e com a vida
acordei suando
com a respiração ritimada
feito uma criança
tive medo no meio da noite
mas fui em frente!



27 de out de 2012

Me traz a vida
faz pulsar gotas de intensidade
feito de sangue
de riso
de pranto
de choro
soluço
vivo!
Sentimentos são responsáveis para reativar vida
feitos para movimentar o ser

23 de out de 2012

O que é que acontece com esse pobre rapaz trancafiado em seus próprios dramas
perdido nas loucuras de festas
e em poucos anos de vida?

E essa nova criatura
essa nova musa que inspira
que colore os dias
as coisas estão acontecendo
lentamente 
externa e interna.

Bela

Você me faz acessar uma pureza
um doce melado
com um cabelo perfumado inundando o ar da sala
concentração cada vez mais difícil
eu queria ficar ali parado do teu lado
tocando no teu corpo
sentindo tua respiração

tem alguma coisa perturbando minha mente
limitando-se a tal ponto em querer roubar de cena essa doce criatura

me perco nos caminhos da vida
e em alguns instantes o coração ganha vida

esses teus olhos mergulhados nos meus
essa doideira sentimental que deve ser controlada porque são outros olhos vigiando 
e tudo deve ser comedido
tanto quanto limitado


22 de out de 2012

Ela, só ela me encanta

Tem a voz doce
o cheiro
a pele
a boca

chegou incendiando florestas
causando tsunami nas emoções
e um furor incontrolável

feito um pote de mel
todo melado
feito um anjo proibido
feito uma dama sem dramas


21 de out de 2012

Feito um pote de mel
feito um pote melado
feito um doce
feita de açúcar
babada
feita de mimos
de amor
de relação
feita de entrega
feita de vontades forçadas
feita de engolir sapo

Nem dopante me endoida

Não há papa que diga não
são leis criadas internamente
e que o certo e o errado
não existam
feito sentimentos
feito intensidades sentidas
percorrendo um caminho contrário
percorrendo um caminho próprio
vivendo uma história de verdade
de peito aberto
sem deveres
sem escravidões
correntes
ou amarras
seremos livres
todos juntos nesse mesmo oceano
a vida nada mais é de que superar dia após dia
é uma luta prazerosa e sentida
internos sentimentos pulsantes
sensações múltiplas de momentos incríveis
só os doidos, os a margem
as ovelhas desgarradas
todos aqueles que conseguem encarar a luta
passar por cima de crueldades e estupidez
percorrendo lugares...quiçá abismos
percorrendo o doce delicado
frágil
feito uma boneca de porcelana
nada mais é do que vida que pulsa
vida viva

me faz um bem

Um querer sem igual
intenso
verdadeiro
emocionante

com essa mulher não é simples tesão
é sentimento
entrega
faz sentir!

Solto

Ele agia percorrendo os caminhos incríveis que o destino trazia
as vezes havia o susto como principal personagem da história
sempre feito do excesso
pessoas
drogas
festas
o lado escuro da força
o lado contra o fluxo
ele definitivamente era contra o que era vigente
não haviam leis criadas por outros personagens dessa história
ele agia e vivia com suas próprias leis e forças
não estava interessado em política ou religião
voava muita vezes na simples tentativa de encontrar outras histórias tão interessantes quanto a dele