Páginas

19 de mar de 2017

14:02

O amor enlouquece, me vira 
e revira
já admití que fico louca quando amo
que não sei mais o que é real e o que não é
simplesmente somos feito doidas
não há razão no amor
nem na paixão
nessa entrega difícil e absoluta
quase sempre incompreendida
profusa
difusa
há um engrandecimento de um ser e de repente há um outro ser diante dele engrandecido também
minhas mãos roídas de tamanha ansiedade
e há brigas 
discussões banais
Mas...o amor
são todos os dias
são respeitos desrespeitados, erros!
são palavras que não querem ser ditas e são gritadas
são esvaziadas da garganta pra que o ego extrapole para além 
sinto-me louco
louco porque morro de amores por ela
porque se pudesse te colocava dentro de uma garrafa e te bebia 
como uma bela "jack daniels" em uma noite de chuva
blues
e o latido da Lua
nossa vida é nossa
não tem certo
não tem errado
deve ter zelo e acusação
não vamos entrar no jogo deles
somos nós e essa loucura desmedida e que muitos não entendem nada mas não há o que ser entendido
apenas sentir o que a vida tem a oferecer
apenas sentir a fumaça fluir
apenas tragar os goles
tragar a fumaça
tomar um vinho
sentir teus dedos cravados nas minhas costas
e tuas costas tocando as minhas em noites frias,  no meio do mato
curtindo a natureza e cachorros
nós somos mais juntas e 
sabemos disso




Nenhum comentário: