Páginas

22 de nov de 2010

ONE FOR MY BABY

POR DUAS VEZES PENSEI EM DIZER
QUE TE AMO
MAS NA DÚVIDA
ACHEI MELHOR ESQUECER
TANTA BESTEIRA
TANTA ASNEIRA
QUE JÁ NÃO QUERO MAIS NEM OUVIR FALAR NO TEU NOME
NAS TUAS IDÉIAS
NOS TEUS TRECHOS
HOJE ACHO QUE VOCÊ É BOBO DEMAIS
É PEQUENO DEMAIS
É ESTREITO DEMAIS PRO QUE EU QUERO
SEMPRE MAIS!
SEMPRE MAIS!
EU MUDO COM O MUNDO E O MUNDO MUDA COMIGO
E EU MUDO ASSIM
DE REPENTE
DE OPNIÕES
PERDI ILUSÕES
OK!
ÓTIMO
AINDA BEM QUE FOI POUCO O TEMPO
PIOR SERIA SE EU INSISTISSE NESTA BURRICE
E TODOS OS QUE ME DISSERAM PRA SAIR ANTES
E EU NÃO OUVI
NÃO LIGUEI E FUI
PASSEI A PRIMEIRA
RECUEI
DEPOIS TORNEI A PASSAR A PRIMEIRA
E SAI
DE SEGUNDA
TERCEIRA
E QUANDO CHEGUEI NA QUINTA
RECEBO A NOTÍCIA DE QUE ARRUMOU AS MALAS E VAI VOLTAR PRA CASA DOS TEUS PAIS
DISSE QUE CANSOU DO AMOR
DO TERROR DAS SENSAÇÕES CONFUSAS
DAS SENSAÇÕES PROVOCADAS POR EMOÇÕES
VAI SIM
O COLINHO DA MAMÃE É MAIS SEGURO
MAIS CERTO
MAIS TRANQUILO
E QUEM FOI QUE DISSE QUE EU ERA TRANQUILO?
OU ATÉ MESMO QUE PRESTAVA?
POSSO FAZER NADA AGORA
AGORA NÃO FAÇO NADA
FICO OBSERVANDO A CORDA ENROLAR TEU PESCOÇO
SE ENFORCA LOGO
VAI
ESTIMULO A TUA QUEDA

Nenhum comentário: