Páginas

2 de dez de 2010

MAMÃE, AMO

Mamãe mandou eu ir fazer a lição
logo no meio da diversão
e disse também pra que eu não falasse palavrão
e não comesse muito pão
e agir sempre com a razão.

Mamãe me disse pra respeitar os mais velhos
e não agredir os fedelhos
e não andar feito um frangalho qualquer

E agora longe dela
eu corro e sinto o vento no rosto
eu grito e berro
eu posso!

Mamãe parece as vezes querer que eu seja diferente
coloca uma lista de coisas que não posso
ela nunca fala pra eu comer muita bala ou
andar de bicicleta na rua a qualquer hora
e soltar pipa por aí
isso ela não fala.

Nas vezes que grita comigo finjo não ouvir
ligo meu radinho e por lá fico no meu mundinho

Mas mesmo assim mamãe mostra seu calor
quando chega do trabalho e ainda assim
traz o seu amor.

E mesmo achando que mamãe as vezes é doida
adoro morrer de amor nos braços dela.



Nenhum comentário: