Páginas

9 de dez de 2010

É assim e pronto!

Quando percebo a palavra saiu pela boca
foi cuspida
escarrada
o que é estranho, o modo como me olham
as expressões alheias
os outros sentem medo das minhas reações
não bate uma culpa
porque muitas vezes eu quis de fato falar tudo aquilo
em outras, as palavras saem simplesmente
do nada
palavras frias
duras
cruéis
sim
é assim que são as coisas
meu temperamento é outro hoje
é forte
impulsivo
agressivo
dizem que o melhor mecanismo de defesa é o ataque
pois bem
não penso
e falo e falo e falo
analisar o que dizer?
só serve pra psicologia e seus adeptos
acho isso uma furada
impulsividade não é doença



hoje em dia tudo é doença e tudo vira câncer
e a gente já não pode fazer mais tanta coisa
comer
beber
fumar
transar
se for em excesso já era
não pode
não pode é o caralh...!
chega de moldes
modelos
regras
que saco
ninguém me diz o que sentir
o que ser
como agir
chega de moldes pra vida
liberdade
liberdade
chega de opressões
prisões
guerras
egos
"bad trips"
medos
covardias
chega de gente pequena.
eu quero sempre mais
eu quero sempre mais
eu quero sempre mais
mais mais mais mais
sou faminta
tenho certa angústica pelo querer
e sempre quero além de mim
que chegue ao esgotamento
meu ser.

Nenhum comentário: