Páginas

11 de out de 2009

Sea of love

É boa a vida que a gente leva junto
Nós três
Eu, ela e o nosso filho
Estranho que em momento algum do passado eu pensei que seria assim
Mas até que é legal
Comer brigadeiro com eles em tardes a toa
E ver o filho sorrindo
Chegar em casa e ter sempre algúem ali querendo saber como foi seu dia
E o pirralho aprontando todas
Até que sou feliz assim
Mesmo não tendo preparado nada
Onde tudo aconteceu de repente
A vida foi me levando até esse entendimento
Confesso que as vezes quando me pego pensando em ir embora dalí
Fico triste porque é tudo tão calmo com eles
Mas as vezes sinto vontade de ser solto
Como antes
Lembro das loucuras que cometi no passado
Dias agarrado a garrafas de bebida
Totalmente embriagado
Hoje é tudo tão diferente
Tudo tão nítido e real
Acho que deixei de ser criança quando fui embora da casa dos meus pais
Quando aceitei ter filho
Quando me apaixonei por ela
Pelo jeito simples de levar a vida
Sempre descalça e falante a Fernanda anda pela casa de blusa e calcinha
Acho tão engraçado esse jeitinho dela
Cheia de cuidados com a casa
É tudo como ela quis desde o início
Não sei onde achei que escolhi alguma coisa
Apenas fui aceitando as coisas que foram acontecendo

Nenhum comentário: