Páginas

6 de set de 2013

Viva e não sobreviva

Ela entrou e eu deixei
não sinto culpa
não sinto culpa mesmo por nada que estivesse embutido na sua aparição
não estou nem aí para quedas
já tive que levantar muitas vezes
e isso nos torna fortaleza
tombos
tombos
quantos vierem 
enfrento!
sou forte feito um leão com fome
ela chegou trazendo paz pro coração
ela chegou e meus dias repletos de luz e cores suavizaram as agonias internas
tanta fome
tanta sede
tudo se acalma quando surge amor de verdade
não dê pouco amor
ame demais
se a mulher de sua vida aparece de um nada inesperado
agradeça todos os dias em voz alta
sei lá a que
mas o agradecimento deve ser sincero
não tenho tempo para vitimizações imbecis e bestiais
não se faça de vítima das circunstâncias perto de onde eu estiver
não seja efêmero
seja eterno
eternizo minha presença por onde passo
não tenho medo de tombos
vivo pronto a levantar
aí vem a vida e diz...SEJA FELIZ!
e logo depois dirá qualquer coisa diferente disso mas...tudo bem.
Sempre haverá um amanhã, ondas e ondas em praias desertas que precisam ser descobertas.

Nenhum comentário: