Páginas

9 de nov de 2008

Onda nao ha barulho
Quero o silencio do dia
Nem que para isso eu mesma tenha que ir buscar
Seja onde for
Meus ouvidos sao sensiveis demais
Nao posso permitir que me tirem os tipos diversos de sons
Sao passaros, borbotetas, insetos, vento
Aqui em pe
Pensando em como ordenar as minha proprias ideias
Nao deixar que entrem em conflito

Um comentário:

Flavia R. disse...

E quem disser que eu sou contraditoria e pq nao sabe porra nenhuma de nada